quinta-feira, 31 de março de 2011

Nas Garras da Graça - Max Lucado

Nosso primeiro comentário é a excelente obra de Max Lucado o livro “Nas Garras da Graça

A pergunta do livro: “Será que conseguirei ser salvo se não consigo ficar sem pecar?”

Sem divida um tema polêmico, nas palavras do autor, todos nós, seja quem for, iniciamos em uma condição idêntica, iniciamos pecadores “não há um justo sequer (Rm 3.10)”, então somos encontrados pelo grande amor de Deus, que nos perdoa de tudo que ficou para trás, temos o inicio de uma vida nova, até que nos encontramos com ele novamente, o “Pecado”, e nossa relação “eu e Deus” é abalada, a partir dai que Deus pensa de mim? O que Deus sente por mim quando sou um tolo, quando o abandono por qualquer coisa, quando meus pensamentos estão ao nível da sarjeta, quando minha língua é afiada e perversa? O que Deus sente por eu escorregar tanto?

Será que merecemos este amor? Essa Graça? Max entra nos pensamentos de Deus e mostra ao leitor que a Graça de Deus não segue lógica e nem justiça, não a nossa, Ele tem sua própria lógica e seu próprio conceito de justiça, Ele não é humano, Ele é Deus, não importa o que você fez, ou faz, Ele pode te alcançar.

A leitura é muito boa, quem já leu Max Lucado sabe seu estilo simples e envolvente. O livro mexe com o leitor de capa a capa, em seus relatos é possível se ver nos exemplos aplicados por ele, quem ainda não leu e tem duvidas sobre a salvação, precisa ler e quem já leu sabe que é muito bom o reler.

Frases do Livro:
  
"Deus não fecha os olhos aos nossos pecados, nem compromete seu padrão de santidade e justiça. Ele não ignora nossa rebelião, nem afrouxa suas exigências. Em vez de rejeitar nossos pecados, ele os assume, inacreditavelmente, sentenciando a si próprio. Deus ainda é santo. Pecado ainda é pecado. E nós somos redimidos"

"A salvação é tarefa de Deus. (...) Deus é o único que salva seus filhos. Existe um único nome sob o céu que tem o poder de salvar, e esse nome não é o seu.”

“A solução de Deus não é preservar o morto — é ressuscitar o morto.”

“Se ele (satanás) não pode seduzir você com o seu pecado, ele fará você pensar em sua culpa. Nada o faz exultar mais que ver você escondendo-se num canto, embaraçado por ainda estar às voltas com um velho hábito.”

“Se o seu pecado fosse grande demais para a graça de Deus, Ele jamais o teria salvo na primeira vez. Sua tentação não é a última notícia a estourar no céu. Seu pecado não surpreende Deus.”

“Uma coisa é certa: você não pode salvar-se a si mesmo. O rio é forte demais; a distância é grande demais. Deus enviou o seu Primogênito para carregá-lo ao Lar. Você está firme nas garras da graça”

Um forte abraço a todos...

Não deixe de comentar, criticar, indicar e se você já leu este livro conte sua experiência, o que aprendeu com a leitura...

Até mais...
Adrielson

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário, suas dicas e suas indicações

Postar um comentário